Universidade Federal de Mato Grosso / Cineclube Coxiponés

E-mail: cinecoxipones@gmail.com  / Telefone: +55 65 3615-8349

home         acerca          películas           seminarios            oficinas y cursos                           videos                 contacto

  • Facebook - Black Circle
  • YouTube - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

14a. MAUAL REALIZA OFICINA DE FOTOGRAFIA PARA ALUNOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Eu sou um MAUAL. Clique duas vezes para editar.

E

Alunos do ensino fundamental da Escola Municipal Lenine Póvoas estão participando de uma oficina de iniciação à fotografia promovida pelo Cineclube Coxiponés. O objetivo é despertar o olhar de adolescentes e pré-adolescentes para que possam registrar a realidade a sua volta, através do ato fotográfico. A iniciativa faz parte das atividades da 14ª Mostra de Audiovisual Universitário – América Latina UFMT (Maual) que este ano conta com a parceria das secretarias municipais de Cultura, Comunicação (Secom) e de Educação.

 

No primeiro encontro, crianças entre 10 a 14 anos receberam dos acadêmicos do curso Radialismo da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Maurício Pinto e Rafael Lacerda, as primeiras noções de fotografia. 

 

As crianças também participaram de atividades práticas nas quais se envolveram com os diferentes tipos de imagens que podem ser feitas em um mesmo lugar,  alterando apenas a quantidade de luz, a partir de ferramentas da câmera, que também existem em aparelhos celulares.

 

 

Além da oficina de fotografia, as atividades itinerantes que fazem parte da 14ª. Mostra de Audiovisual Universitário da UFMT vão levar sessões de cinema a mais cinco escolas do município como forma de integrar os temas discutidos em sala de aula com conteúdo audiovisual.

 

 

 

para você contar sua história e para que seus visitantes saibam um pouco mais sobre você.

CURADORIA DIVULGA FILMES SELECIONADOS PARA 14ª MAUAL

 

A comissão Organizadora da 14ª Mostra de Audiovisual Universitário - América Latina UFMT (14ª Maual) divulgou os filmes que irão concorrer ao troféu Cinecoxiponés em novembro durante a realização do evento. A comissão levou um mês e meio de análise para chegar ao resultado final da seleção. Dos 152 filmes inscritos, 46 participarão da competição (destes, 35 são brasileiros, abrangendo quatro regiões do país e 11 são estrangeiros). A 14ª. Maual acontecerá de 9 a 13 de novembro no teatro universitário da UFMT, em Cuiabá.

 

A 14ª. Maual vai premiar filmes de até 20 minutos em duas categorias: a Independente para realizadores de fora das universidades e a Universitária, que abrange os três segmentos das instituições de ensino superior (técnicos, professores e estudantes). Os participantes se inscreveram em três modalidades: experimental, documentário e ficção. A comissão selecionou 17 filmes da categoria independente e 29 universitários. Um júri composto por profissionais do mercado, estudantes, professores, e técnicos universitários vão escolher o melhor filme independente e os três melhores universitários em cada um dos gêneros. A participação do público nas sessões também será decisiva para a premiação do júri popular que este ano tem o apoio do Banco da Amazônia e premiará os eleitos em dinheiro.

14ª. MAUAL TEM MAIS DE CEM FILMES INSCRITOS 

 

 

A 14ª. Mostra de Audiovisual Universitário – América Latina UFMT recebeu mais de 100 filmes inscritos, superando as expectativas da comissão organizadora. Neste segundo ano de participação latino americana, o destaque foi justamente a participação dos países de língua espanhola como Argentina, Chile, Colômbia, Equador e México com 22 filmes e ainda uma produção acadêmica espanhola. A 14ª. MAUAL recebeu inscrições para duas categorias: universitária e independente, que vai exibir filmes de realizadores oriundos de oficinas comunitárias e de profissionais de audiovisual que estão fora das universidades.

 

 

Realizadores de todas as regiões do Brasil também enviaram filmes, ultrapassando 80 inscrições. Universitários e profissionais de Mato Grosso contemplam as inscrições com mais de 30 filmes inscritos de universidades públicas e privadas e de filmes que vão concorrer na categoria independente. "Isso revela a importância da 14ª. MAUAL como incentivadora da produção regional e como uma importante janela de exibição de obras audiovisuais de Mato Grosso" diz Moacir Francisco Barros, coordenador do evento e supervisor do Cineclube Coxiponés. A região Norte registrou presença na 14ª. MAUAL com a inscrição de dois filmes vindos de Macapá-AP e um de Vilhena-RO, o que demonstra o crescimento do alcance da Mostra Universitária que vem sendo realizada pela UFMT desde 2002.

 

A comissão de seleção da 14ª. MAUAL deve divulgar a lista de filmes ate’ meados de setembro. A organização do evento também está trabalhando no fechamento das oficinas e do seminário que reunirá realizadores, profissionais e professores de cinema e audiovisual em Cuiabá. A !4ª. Mostra de Audiovisual Universitário – América Latina UFMT será realizada de 09 a 13 de novembro, no teatro universitário da UFMT em Cuiabá.

MOSTRA DE FILMES UNIVERSITÁRIOS CHEGA A SUA 14ª. EDIÇÃO

 

O Cineclube Coxiponés acredita que o cinema pode ser uma forma de resistência e por isso aposta na força e criatividade de jovens realizadores.

 

Laura Resende e Moacir Francisco Barros

 

 

O Cineclube Coxiponés é um defensor da bandeira do cinema e do audiovisual em terras matogrossenses desde 1977, quando iniciou suas atividades na Universidade Federal de Mato Grosso. Ao longo desses 38 anos, vem exibindo produções nacionais e internacionais em ciclos de filmes, mostras, festivais e em suas sessões semanais. Mas as atividades do Coxiponés não se restringem à exibição, tendo um importante papel cultural como fomentador da cadeia do cinema e do audiovisual em Mato Grosso. Entre as atividades realizadas pelo Coxiponés estão o apoio à produção de filmes nacionais rodados no estado, o incentivo à capacitação por meio de oficinas e cursos sobre a sétima arte, além da organização de seminários e debates em torno do cinema, suas especificidades e das políticas para o setor.

A Mostra de Audiovisual Universitário acontece no campus de Cuiabá desde 2002. O evento nasceu com um caráter informativo para dar visibilidade a uma produção que se expandia pelos quatro cantos do país, gestada dentro das universidades. Era um momento de transição da tecnologia analógica para a digital e a expressão “produção videográfica” era utilizada para falar de filmes que não eram feitos em película, mas que traziam a marca da criatividade de professores, técnicos e estudantes das universidades brasileiras. Batizada de Mostra Nacional de Vídeos Universitários, o evento iniciou um intercâmbio de ideias, culturas e projetos com o objetivo de construir futuras parcerias para a consolidação de um circuito universitário de exibição.

 

Até sua quarta edição, o evento foi dirigido exclusivamente aos três segmentos da comunidade universitária na busca da consolidação de público, além de fomentador de produção acadêmica e difusor da expressão artística por meio de imagens em movimento. A partir da quinta edição, a Mostra ampliou seus horizontes com a categoria independente, aproximando-se ainda mais da comunidade matogrossense, na medida em que extrapolou os muros da academia e se abriu para um rico diálogo com a produção de filmes regionais. Mas não foi só isso. Com a categoria independente, realizadores de outros estados brasileiros também vislumbraram a possibilidade de participação no evento que, aos poucos, foi se consolidando como um espaço de exibição para curtas metragens brasileiros que dificilmente chegam às salas comerciais e à televisão do país.

 

A cada ano que se passava o número de inscritos no evento crescia e mais universidades brasileiras enviavam filmes, revelando a importância do evento como incentivador da produção audiovisual e de manifestações culturais traduzidas em imagens e sons.

 

Ao completar dez anos de existência, o evento passou por mudanças no sentido de se adequar melhor ao crescimento das universidades no país e das novas tecnologias. Rebatizada de Mostra Nacional de Audiovisual Universitário, o evento passou a ser um canal de expressão da convergência tecnológica que permitiu aos realizadores criarem seus filmes em diferentes formatos, desde celulares, máquinas fotográficas, câmeras de vídeo analógicas, digitais e de alta definição. Além de poderem se utilizar do aparato propriamente cinematográfico em película.

 

Na 13ª edição, a Mostra ultrapassou fronteiras atingindo o imaginário dos realizadores latino-americanos, ampliando o intercâmbio de culturas e da pluralidade do olhar sobre o fazer cinema e audiovisual. Por ela já passaram centenas de realizadores muitos dos quais hoje em atuação em produtoras e televisões mundo afora.

Em novembro de 2015, acontecerá sua 14ª edição com competições de filmes, seminários, painéis e oficinas, proporcionando uma grande troca de conhecimentos e experiências entre os participantes e o público.

 

Desde a primeira edição foram exibidos cerca de 1000 filmes oriundos dos 26 estados e Distrito Federal, ampliando-se agora também para a América Latina. Os filmes universitários carregam a rebeldia e o inconformismo dos estudantes, dispostos a denunciar a desigualdade que assola a América Latina e, ansiosos por revelar um continente mágico, dono de uma cultura diversificada muitas vezes reprimida pelo imperialismo dos países ditos desenvolvidos.

 

A 14ª Mostra de Audiovisual Universitário – América Latina UFMT acontecerá de 09 a 13 novembro e continua sendo a única vitrine no estado para exibição de filmes universitários brasileiros e de países de língua espanhola do continente americano. Do mesmo modo como a 14 anos atrás, quando esta jornada começou, o evento vem fomentando o debate entre universitários e público.

CINECLUBE COXIPONÉS ABRE INSCRIÇÕES PARA A 14ª MOSTRA DE AUDIOVISUAL UNIVERSITÁRIO AMÉRICA LATINA UFMT.

 

Um dos projetos de audiovisual de maior longevidade do Estado chega a sua 14ª edição cheia de novidades e propõe uma re-oxigenação do setor audiovisual de Mato Grosso.

 

O Cineclube Coxiponés está com as inscrições abertas para a 14ª. Mostra de Audiovisual Universitário – América Latina (MAUAL), a partir deste 04 de Maio até 31 de Julho. Elas podem ser feitas presencialmente na sede do Cineclube (centro cultural da UFMT), via sedex ou online. Todas as informações estão contidas na página oficial do evento: http://www.mostrauniversitariaufmt.com/ e também podem ser recebidas pelo telefone 3615-8349 ou pelo email: cinecoxipones@gmail.com.

 

Em 2015, a 14ª edição chega com várias inovações. Além da mostra competitiva de filmes, dos seminários, painéis e oficinas que já são consagrados na Mostra Universitária da UFMT, o evento trará sessões itinerantes em escolas públicas de Cuiabá e reabre as ações de audiovisual no Teatro Universitário, durante o evento em novembro. Haverá novidades também na premiação, que este ano conta o patrocínio do Banco da Amazônia.

 

Segundo o coordenador do evento e supervisor do Cineclube Coxiponés, professor Moacir Francisco Barros, desde o ano passado a MAUAL tem ampliado a participação para os países da América Latina de língua espanhola, buscando o intercâmbio cultural com outras universidades. “Ampliamos a Mostra tornando-a Latino Americana, o que nos trouxe muitos frutos e sobretudo um intercâmbio de produções com os países da América Latina, aliando cinema ao movimento de transformação social”, afirma Moacir. Ele destaca ainda o esforço da UFMT, por meio da Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência para produzir eventos e ações culturais gratuitas para a sociedade. “Ao longo desses 14 anos de existência fomos aprendendo, redescobrindo coisas e, acima disso, buscando oferecer sempre o melhor para os interessados em audiovisual. Mesmo com poucos recursos mantivemos a periodicidade sempre primando por trazer ao estudante oportunidades de exibição do seu filme e de novos conhecimentos sobre audiovisual“, comenta o professor Moacir Francisco.

 

A Mostra de Audiovisual Universitário tem como meta o desenvolvimento de ações que promovam o amplo debate do fazer e do consumo de audiovisual, abrindo o diálogo tanto com estudantes – principalmente das áreas de Comunicação e Artes – como com a comunidade interna em geral e a comunidade externa à UFMT. Ao longo dos anos, vários painéis, seminários, oficinas e mostras diversificadas foram sendo oferecidas como forma de suscitar debates e estimular a prática do audiovisual. Muitos dos jovens realizadores e produtores que participaram de edições da Mostra de Audiovisual Universitário da UFMT hoje se encontram em atividade em Mato Grosso, qualificando o nosso mercado de audiovisual. “Isso é o que nos gratifica e nos serve como referência para que nossas ações avancem cada vez mais” declara Caroline Araújo, produtora executiva da 14ª Mostra de Audiovisual Universitário.

 

O Cineclube Coxiponés encontra-se em atividade desde 1977, sendo a mais antiga e ativa instituição ligada ao audiovisual em Mato Grosso. Há 14 anos ininterruptos realiza a MOSTRA DE AUDIOVISUAL UNIVERSITÁRIO AMÉRICA LATINA UFMT, hoje a única vitrine no estado para a exibição de filmes universitários brasileiros e latino americanos. O evento vem se consolidando como espaço democrático e provocativo que proporciona, além da exibição, o debate com os realizadores e a troca de informações sobre o fazer audiovisual entre estudantes e o público participante. Desde sua primeira edição foram exibidos mais de 800 filmes oriundos dos 26 estados e Distrito Federal. Ao longo dos anos as exibições se refletiram no incremento da produção regional de audiovisual com a crescente participação de realizadores mato-grossenses.